quarta-feira, 10 de março de 2010

Que a vida acabe num show de rock
que as verdades não sejam duras,
que o amor seja entendido.

Que os contra baixos sustentem a banda,
que os solos sejam altos,
que os gritos seja a força,
que as letras sejam minha alma.

Que o AC/DC nunca saia da minha vida,
que entendam verdadeiro rock,
que a coragem seja declarada ao povo,
que eu possa ser assim.

Que me entendem enquanto minha
cabeça pareça um ventilador.
Que a felicidade do rock
seja vivida por meus filhos
dentro de sua coragem de desafiar.

Só se vivi uma vez, mas se imagina um monte.

Alisson Monteiro de Freitas

O escravo do rock

2 comentários:

  1. Nossa ameeei esse post .. ate indiquei para minha best'
    ahsuauhsa amo rock, metaal [aaa]

    ResponderExcluir